Recomendações ao Paciente Ortodôntico que usa Aparelho Fixo

  1. O tratamento ortodôntico requer cuidados antes, durante e depois da colocação do aparelho;
  2. Para o início do tratamento ortodôntico é indispensável que os dentes estejam em perfeitas condições, sem cáries ou restaurações inadequadas. Se necessário, o tratamento clínico deverá ser realizado antes do tratamento ortodôntico;
  3. A cada 6 meses o paciente deverá fazer revisões com o dentista clínico, para profilaxia (limpeza dos dentes) e avaliação e/ou tratamento de cáries e doenças gengivais;
  4. Por motivos fisiológicos individuais, o tempo do tratamento não pode ser determinado precisamente;
  5. A instalação do aparelho não ocorre de forma imediata, sendo necessárias algumas sessões para efetuá-la. Poderá ser realizada, inicialmente, pela arcada superior ou inferior, conforme determinação do Ortodontista;
  6. Nos três primeiros dias após as ativações, o paciente pode sentir certo desconforto, recomenda-se não ingerir alimentos duros durante esse período;
  7. As consultas de manutenção são normalmente realizadas mensalmente, mas podem ocorrer variações, conforme a determinação do Ortodontista;
  8. Cuidados a serem tomados com os “braquetes” (pequenas peças fixadas nos dentes), para que não soltem ou quebrem, pois atrasam o tratamento e geram custos adicionais:
    • Não corte os alimentos com os dentes da frente;
    • Tome cuidado ao ingerir alimentos duros (pipoca, azeitonas, carne com osso, etc.), alimentos pegajosos (balas, chicletes, etc.) e alimentos fibrosos (abacaxi, manga, etc.);
    • Caso ocorra quebra do aparelho, marque uma consulta adicional.
  9. Tenha cuidado com os separadores (elásticos colocados entre os dentes):
    • Caso estes caiam muito antes da consulta, o paciente deverá ligar para a clínica para recoloca-los.
  10. O aparelho ortodôntico não estraga os dentes, nem causa inflamações gengivais, cáries, manchas, descalcificações ou erosões. No entanto, bandas que permanecerem soltas nos dentes ou a falta de higiene bucal adequada, podem causar esses eventos, algumas vezes de forma irreversível;
  11. Mantenha a regularidade e a qualidade da escovação sendo ela de 4 a 5 vezes ao dia ou após ingerir qualquer tipo de alimento;
  12. O uso do fio dental é imprescindível;
  13. Quando não há cooperação do paciente, como falta de uso dos acessórios indicados (elástico, aparelho extra-oral, etc.) e ausência da higienização correta, o ortodontista poderá optar pela interrupção do tratamento e/ou a remoção antecipada do aparelho;
  14. Após o término do tratamento ativo, os braquetes serão removidos e será dada a semi-alta ortodôntica, sendo instalados os aparelhos de contenções, geralmente um aparelho móvel na arcada superior, e um fio fixo na arcada inferior, pelo lado interno dos dentes. O paciente, durante esse período, fará consultas periódicas de acordo com cada caso, até ser dada a alta definitiva;
  15. Em alguns casos, após o término do tratamento ortodôntico, poderá ocorrer recidivas (tendência de alguns dentes voltarem às suas posições antigas), por isso é de grande importância o uso dos aparelhos de contenção;
  16. Em qualquer incidente não remova as peças do aparelho, a não ser que esteja machucando. Ligue para a clínica e agende um horário;
  17. A reposição, em caso de quebra ou perda de peças e acessórios, poderá ser cobrada à parte;
  18. A freqüência no uso do aparelho, os cuidados e o comparecimento às consultas marcadas, são fatores determinantes para o tempo do tratamento e para a obtenção de bons resultados;
  19. Se precisar alterar o horário da consulta, comunique-nos com antecedência mínima de 6 hrs. Caso os cuidados acima expostos não sejam tomados, poderão ocorrer danos ao aparelho e aos dentes, prolongando o tempo de tratamento, comprometendo o resultado final e gerando despesas adicionais.